MOXK.net Kliniko Blog Feed Blogroll Uso Sobre Mastodon

Saudades de quando a internet era criativa

Me lembro bem dos meus primeiros momentos acessando a internet, lá pelos anos 2000. Era como um portal pra uma quarta dimensão que me dava uma sensação enorme de êxtase e ímpeto de vontade de explorar aquele espaço o máximo possível. Na época eu usava a internet majoritariamente para 3 coisas: (1) jogos de navegador que rodavam em flash, (2) falar com meus amigos e (3) buscar informação.

Buscar informação era o que eu mais fazia. Com tanto conhecimento disponível, fui acumulando hobbies que descobria pelo caminho. Comecei frequentando fórums de RPG's de mesa, onde aprendi a mestrar partidas de GURPS, depois conheci a comunidade dos viciados em Microsoft Flight Simulator e comecei a me viciar também, aprendi a fazer origamis, aprendi truques de mágica com baralho, fui espontâneamente aprendendo inglês pra entender tanto contéudo gringo, conheci novas músicas e novos filmes, aprendi a fazer edições no Photoshop... e a lista se estende. E a Wikipedia? Ahhh, a Wikipedia! Como poderia tanto conhecimento ser gratuito? Eu passava dias e dias lendo artigos da Wikipedia sobre os mais variados temas. Em alguns até cheguei a contribuir fazendo traduções. Eu via como uma forma de treinar meu inglês ao mesmo tempo que contribua para uma boa causa. Depois me interessei por stop-motions e aprendi a fazer por meio de tutoriais nos primórdios do YouTube, na época que o "MisteryGuitarMan" começava a fazer sucesso.

E a internet era assim, um poço de criatividade sem fim. Pessoas amadoras viravam artistas, escreviam textos pessoais ou mesmo se aventuravam a criar histórias, compartilhavam desenhos. Os próprios sites de antigamente já eram obras de arte de tão criativos. Cada site ou "homepage" tinha um visual único, com a carinha do seu dono. Alguns eram bem organizadas e bem categorizados, outros bagunçados e cheios de luzes piscando. E isso era divertido.

Foi nessa época que me surgiu a vontade de também ter o meu próprio cantinho na internet. Na época criei um blog na plataforma do Blogger, que vinha em alta. Na verdade criei vários blogs, todos de temas distintos. Curioso que em nenhum momento pensei ser possível simplesmente manter um único blog englobando todos os variados temas. Infelizmente nunca consegui manter um blog atualizado por muito tempo, preferia sair criando infinitos novos e abandonando os antigos.

A morte da criatividade

Com o passar do tempo a internet foi deixando de ser um espaço dos amadores e foi se tornando um espaço pros negocios, pros profissionais. E a partir daí tudo começou a ficar muito parecido, como se seguissem uma cartilha de marketing (e na verdade seguem mesmo, o tal do "marketing digital"). Os sites começaram a ter a mesma estrutura. E o conteúdo foi deixando de ser pessoal.

Os amadores migraram pras redes sociais. Agora era lá que eles continuavam a compartilhas seus textos, vídeos, desenhos... Entretanto, as redes sociais são plataformas limitantes, principalmente pelos motivos que listo abaixo:

  1. Não permitem customização
  2. Não são indexadas pelos mecanismos de busca, isto é, um texto informativo publicado no FaceBook não é facilmente localizado por terceiros fora do círculo de contatos do autor que estão tentando buscar o conteúdo pelo Google (ou similares)
  3. São proprietários, isto é, não pertencem aos autores. Se em qualquer momento o proprietário da rede decidir apagar tudo... você perderá tudo! (Nem sequer permitem fazer backup)

Sem falar que tenho hoje em dia tenho a impressão de que boa parte do conteúdo da internet é criado por IA (inteligência artificial). Isso é bem perceptível em sites do tipo "todaresposta.cxm" e "suaperguntarespondida.nxt". A web deixou de ser aquele espaço em que pessoas descompromissadas compartilham pequenas informações e experiências apenas pelo simples prazer do compartilhamento e do pequeno prazer de ajudar alguma pessoa interessada no mesmo assunto ou tentando resolver o mesmo problema.

Esta cada vez mais difícil achar resultados decentes no Google. A mesma coisa no YouTube que, PIOR, fica entregando resultados que não tem nada haver com a busca solicitada. E mesmo quando encontro resultados do assunto que busquei, uma surpresa ao começar a ler/assistir: era um clickbait, o artigo/vídeo é extremamente pobre em conteúdo pois seu único objetivo era apenas garantir um clique pra monetização, e conseguiu.

Os conteúdos pessoais deram lugar pro conteúdo monetizável. E assim foi morrendo a criatividade.

Eu preferia quando a internet era amadora e tudo que era publicado passava uma sensação de honestidade e humildade, onde pessoas aleatórias compartilhavam suas opiniões em seus pequenos cantinhos da web.

A new Hope

Quando descobri o neocities, senti denovo aquele gostinho de êxtase de quando comecei a navegar pela internet pela primeira vez. Imediatamente quiz novamente criar minha própria homepage para começar a compartilhar meus conteúdos pessoais.

De forma semelhante, também vi alguns gringos divulgando uma ideia semelhante ào neocities, os "Digital Gardens". A cultura de blogs parece que renasceu no meio dos "devs" e ao pouco vem respirando novamente no meio das pessoas comuns.Surgiu também a plataforma "Medium" permitindo que qualquer pessoa crie seu próprio blog (mas ainda assim é uma plataforma limitada).

E é isso. Tenho a esperança que a comunidade do neocities cresça para que possamos mais uma vez viver a criatividade na web feita por pessoas comuns e sem compromisso.



Comente isto por email para webmaster@moxk.net
MOXK.net © 2019-2999 por Filipe em CC BY-SA 4.0
Valid XHTML 1.0 Transitional